O livro de Marco Paulo

Número

pt.031

Título

O livro de Marco Paulo

Fonte latina original

De condicionibus et consuetudinibus orientalium regnum (lt.031)

Localização textual

Obra com o mesmo nome

Língua(s)

Português

Tradutor

 

Provavelmente Valentim Fernandes

Contextualização da tradução

 

Ainda que contemos com algumas investigações extensas e pormenorizadas, como as de Yule, Benedetto, Marsden ou Dutschke – que nos ajudam a compreender de forma mais concreta as história por trás das versões remanescentes –, tem sido muito difícil estabelecer uma relação entre os manuscritos remanescentes e o texto original, devido à imensa variação registada. Assim sendo, não se conhece ao certo qual a versão mais próxima do original ou qual reflete melhor as experiências de Marco Polo, que são, para além disso, supostamente apresentadas em palavras de Rustichello de Pisa.

No seguimento dos estudos mencionados, foi possível estabelecer algumas ‘famílias’ de versões. Uma delas incorpora o testemunho mais antigo e mais completo de todos os que se conhecem  – o chamado “Texto Geográfico” (“Geographical Text”) da Biblioteca Nacional de Paris – e seus descendentes, escritos em francês, italiano, toscano e veneziano. Da versão veneziana descende a primeira tradução latina das viagens, da autoria do Frade Dominicano Francesco Pipino de Bologna . Esta versão provocou o aparecimento de um complicado grupo de testemunhos, dado que não originou apenas cópias, mas também traduções do texto latino para outras línguas, a que se seguiram depois novas traduções para latim. O texto que serve de base à tradução portuguesa das viagens de Marco Polo é precisamente esta versão de Pipino.

Data

1502 (impressão)

Local

Lisboa

Alterações de estrutura/conteúdo

 

Pipino abreviou e condensou o texto original, dando-lhe um tom moralizante. Foi esta versão que foi traduzida para português.

Interferências textuais

 

Lista de testemunhos manuscritos

 

Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, Res. 431 V

 

Há cópias deste impresso em:

- Lisboa Fundação Oriente - Museu do Oriente

- Évora Biblioteca Pública: Res. 54 (Olim Gab. E.5-C1d, n. 26)

- Vila Viçosa Biblioteca da Casa de Bragança, nº 16

- Cambridge Harvard University (Houghton Library): Philip Hofer Collection:: Typ. 535.02.706 F

- Paris Bibliothèque nationale de France [François-Mitterand] : Rés. fol. O.2 2.

 

Lista de Edições antigas

Existe uma cópia manuscrita moderna desta impressão [séc. 19] na Academia das Ciências, Lisboa: MS. Az. 48.

Enquadramento dos testemunhos

 

A obra, composta em papel, possui 106 fólios (207 x 131 mm), escritos em letra gótica, englobando três textos distintos traduzidos (entre outros):

- Prólogo ao Livro de Marco Paulo (ff. Avi v - Avii r)

- O livro de Marco Paulo (ff. 1r-77v)

- O livro de Nicolau Veneto (ff. 79v-95v)

 

O impresso encontra-se disponível em http://purl.pt/14703

 

Outros dados

 

Edições

 

PEREIRA, F.M. Esteves. (1922). Marco Paulo: o Livro de Marco Paulo – o Livro de Nicolao Veneto – Carta de Jeronimo de Santo Estevam, conforme a impressão de Valentim Fernandes. Lisboa: Ofic. Gráf. da Biblioteca Nacional.

 

Estudos

Bases de dados online:

Philobiblon - BITAGAP:

Texid 1022; Manid 1015; Cnum 1022;

 

Referências bibliográficas:

Estudos:

ALBERT, Micheline. (2000a). ‘Jacobites’. In VAUCHEZ, André et alii. (ed.). Encyclopedia of the Middle Ages. Cambridge: James Clark & Co.

DUTSCHKE, Consuelo Wager. (1993). Francesco Pipino and the manuscripts of Marco Polo’s Travels. Los Angeles: University of California.

F. de F. (1928). Marco Polo: Review. The Geographical Journal, vol. 71, No. 3, 278280.

GARVÃO, Maria Helena Martins Inês. (2009). O Livro Marco Paulo impresso por Valentim Fernandes. Genealogia textual, leitura tipográfica e aspectos discursivos. PhD Thesis. Lisboa: Universidade de Lisboa.

GOSMAN, Martin. (1994). Marco Polo’s voyages: the conflict between confirmation and observation. In VON MARTELS, Zweder (ed.). Travel fact and travel fiction. Leiden: E.J.Brill, 7284.

HEERS, Jacques. (1984). De Marco Polo à Christophe Colomb: comment lire le Devisement du monde? Journal of Medieval History, Vol. 10.2, 125143.

HORTA, José da Silva. (2004). O Marco Paulo (1502) de Valentim Fernandes: a representação dos povos nãocristãos na construção de uma imagem do poder real manuelino. In HOMO VIATOR, Estudos em homenagem a Fernando Cristóvão, Lisboa: Edições Colibri, 109134.

JACKSON, P. (1998). Marco Polo and His ‘Travels’. Bulletin of the School of Oriental and African Studies. University of London, 61.1, 82101.

MACDANIEL, Elizabeth. (2002). Travel Literature. In LINDHAL, Carl et alii. Medieval Folklore. Oxford : Oxford University Press, 410413.

RICCI, Lucia Battaglia. (1992). “Milione” di Marco Polo. In ROSA, Alberto Asor (ed.) Letteratura italiana Einaudi. Le Opere. Vol I. Torino: Einaudi, 127.

 

 

 

Notas