Textos latinos‎ > ‎

Vita Sancti Alexis

Número

lt.015

Título

Vita Sancti Alexis

Vita Sancti Alexis Confessoris

Texto a que deu origem

Uida de sancto allexo conffessor

Uida de Sancto alexo Confesor (pt.015)

Autor

Não se conhece ao certo, mas provavelmente terá sido um monge do círculo do Bispo Sérgio de Damasco (século X).

Língua

Latim

Caracterização

Texto de cariz hagiográfico que narra a vida de Aleixo, jovem rico que, em vésperas de casar, foge de casa para ir para Edessa, onde vive incógnito em oração e mendicância. Mais tarde, a história, por influência da vida de São João, o calibita, conhece novos desenvolvimentos: de Edessa, Aleixo parte para Roma ao ser descoberto e acaba os seus dias debaixo da escada de seu pai, de novo incógnito e mendigo.

Data

Século X d.C.

Local

Talvez Roma, onde se situa a Igreja de São Bonifácio.

Contexto da redação do texto original

A lenda da vida de Santo Aleixo terá surgido por volta do século V, na Síria ou Grécia, tendo passado à escrita provavelmente no século seguinte. No século X, torna-se conhecida no Ocidente depois de ser traduzida pelo círculo do Bispo Sérgio de Damasco, quando este toma conta da Igreja de São Bonifácio, em Roma.

Versões existentes e sua localização

Em Portugal, existe o códice alcobacense 35/176 (da Biblioteca Nacional de Portugal), que engloba esta Vida entre os fólios 124v e 129r (Correia, 1993: 664). Pereira (1887-1889: 332), apresenta outros dados: refere que o códice alcobacense 35 é do século XIII ou XIV, foi escrito por Frei Seraphim de Porto de Moz, monge do Mosteiro de Alcobaça e contém a Vida de Santo Aleixo, segundo este investigador, entre os fólios 67v e 72r.

Não está definido se este texto serviu de base a alguma das traduções existentes em Portugal ou não (Correia, 1993: 664).

Segundo Nascimento e Meirinhos (1997: 315), o texto também existe no manuscrito 348 (S. Cruz 73) da Biblioteca Pública Municipal do Porto, sendo datado do século XII (ver Meirinhos e Toste, 2000: 103).


Estudos

Bases de dados online:

Arlima: http://www.arlima.net/uz/vita_sancti_alexis.html

           http://www.arlima.net/ad/alexis_saint.html

           http://www.arlima.net/uz/vida_de_sancto_alexo.html

 

Referências bibliográficas:

NASCIMENTO, Aires Augusto e MEIRINHOS, J.F. (dir.) (1997) Catálogo dos códices da Livraria de Mão do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra na Biblioteca Pública Municipal do Porto. Porto: Biblioteca Pública Municipal do Porto.

MEIRINHOS, J.F. e TOSTE, Marco (2000) Incipitário e Índice de fins de texto dos manuscritos de S. Cruz de Coimbra. Porto: Gabinete de Filosofia Medieval.

PEREIRA, F. M. Esteves (1887-1889), Vida de Santo Aleixo segundo os Códices do Mosteiro de Alcobaça. Revista Lusitana 1, 332-345.

CASTELO BRANCO, Ricardo Cerveira de Abreu (1996) Patrística e hagiografia – Subsídios para o estudo da tradição hagiográfica de Santo Aleixo. Tese. Lisboa: Universidade Nova de Lisboa.