Textos latinos‎ > ‎

Te quoque Vergilio...

Número

lt.004

Título

Te quoque Vergilio…

Texto a que deu origem

Epithafio de Tibulo poeta tirado por Joam Rroīz em Linguajem (pt.004)

Autor

Domício Marso (Domitius Marsus) - Século I a.C.

Língua

Latim

Caracterização

Epigrama dedicado à morte de Álbio Tibulo, poeta latino.

Data

Século I a.C.

Local

Desconhecido

Contexto da redação do texto original

Contemporâneo de Virgílio, Horácio e Tibulo e pertencente ao círculo de Mecenas, Domício Marso destacou-se por várias obras, entre as quais encontramos epigramas. O texto em questão, que José Justo Escalígero, autor quinhentista que, no Fragmentum Cuiacianum Scaligeri et excerpta Perrei siue Petrei, considera ser da sua autoria, encontra-se no incipit da Vita Tibulli, biografia atribuída a Suetónio (Paratore, 1983: 475; Albrecht, 1997: 823-824; Kenney/Clausen, 1989: 525).

Segundo a tradição dos manuscritos, dos quais se destacam o Codex Ambrosianus e o Codex Vaticanus, esta biografia surge no fim da obra de Tibulo – o Corpus Tibullianum –, sendo antecedida pelo epigrama dedicado à morte do poeta.

Versões existentes e sua localização

Em Portugal existem quatro exemplares impressos da obra de Tibulo, respeitantes à edição comentada de Bernardino Veronense (Tarrío, 2005:167-186), pelo que é possível que o epigrama de uma delas esteja na origem da tradução. Encontram-se nas seguintes bibliotecas:

- Biblioteca Nacional de Lisboa, Inc. 751 (microfilme F.R.75);

- Biblioteca da Ajuda, sala E 48-X-19;

- Biblioteca Pública Municipal do Porto, Inc. 228;

- Biblioteca Pública de Évora, Inc. 599.

 

Texto online:

http://www.thelatinlibrary.com/suetonius/suet.tibullus.html

http://penelope.uchicago.edu/Thayer/L/Roman/Texts/Suetonius/de_Poetis/Tibullus*.html

Estudos

Referências bibliográficas:

PARATORE, Ettore (1983), História da Literatura Latina. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

ALBRECHT, Michael von (1997), A History of Roman Literature. Leiden: Brill.

KENNEY, E. J. e Clausen (1989), W. v., Historia de la Literatura Clásica. Madrid: Editorial Gredos.

CARTAULT, Augustin (1906), A propos du "Corpus tibullianum", un siècle de philologie latine classique. Pris: Félix Alcan, Éditeur. In ftp://ftp.bnf.fr/571/N5711075_PDF_1_-1DM.pdf

FRADE, Mafalda (2012),”Dos poetas latinos aos poetas do Cancioneiro Geral: o epitáfio de Tibulo”. Ágora. Estudos Clássicos em Debate 14, 221-241.

MALTBY, Robert (2002),Tibullus: Elegies – Text, Introduction and Commentary. Cambridge: Francis Cairns.

TARRÍO, A. M. Sánchez (2001) Formación humanística y poesía romance en el Cancioneiro Geral de García de Resende. Tese de Doutoramento. Santiago de Compostela: Universidade de Santiago de Compostela, 325-328.

TARRÍO, A. M. Sánchez (2005) “Notas sobre a biblioteca do fidalgo quinhentista João Rodrigues de Sá de Meneses”: Euphrosyne 33, 167-186.

Suetónio — Vita Tibulli. In ROLFE, John C. (1997) “Suetonius”. Vol. II. Cambridge Mass.: Harvard University Press e Londres: W. Heinemann, 468.