Livro das Aves

Number

pt.017

Title

Untitled, the original manuscript is known as ‘Livro das Aves’ (Serafim da Silva Neto, 1956) or ‘História natural das aves’ (Azevedo,1925: 128-147) or ‘Tratado sobrenatural das aves’ (Mário Martins, 1956).

Original Latin source

De Auibus (De Bestiis et Aliis Rebus) (lt.017)

Textual localization 

Obra com o mesmo nome: Livro das Aves

Language

Português antigo

Translator

Unknown.

Translation’s contextualization 

According to the text, the translation will have been carried out at the request of a friar, presumably to another friar (Ribeiro 2004, 2). The text of the translation was first published in 1925 by Pedro de Azevedo, in Revista Lusitana (see references).

Date

Fourteenth century

Place 

Unknown.

Changes to the original work

 

Moral treatise, as the original text, that describes the features of birds and their habits. It is incomplete. Given the differences found, it is probably not the translation of one of the existing Latin manuscripts in Portugal (Clark 1996, 88; Oliveira: 2008, 64). Ribeiro (2004, 5, 8), however, relates it to the Latin copy from the Monastery of Lorvão, while recognizing that there are diffrerences. There are textual interferences connected specially with biblical texts (1996, 88).

List of manuscript testimonies

One manuscript: Universidade de Brasília, Biblioteca Central (Divisão de Coleções Especiais, Cofre [sem cota]).

List of old editions

None.

Testimonies’ contextualization 

There is a single manuscript, whose story we do not know. Probably it have been written only by one person (belonging to the fourteenth century), from a Latin version of the text that is also unknown.

Manuscript in very poor state. The beginning and end of the text disappeared. It is composed of nine loose and incomplete folios (the fourth folio, with the columns 13-16, is cut) on parchment with the measures 320 x 220mm, in two columns of 36 lines.

According to Ribeiro (2004, 2), we are facing not one but two fragments.

It has some illumination that precede each chapter: with animals (hawk, dove, ostrich, peacock, eagle), plants and Ezekiel's vision with the symbols of the four Evangelists.

Editions

 

Modern editions of the text:

AZEVEDO, Pedro (1925). "Uma versao portuguesa da historia natural das aves do sec. XIV," Revista lusitana 25, 128-147

ROSSI, N. et alii (1965), Livro das aves. Reprodução fac-similar do manuscrito do séc. XIV; introdução, leitura crítica; notas e glossário. In Dicionário da Língua Portuguêsa. Textos e Vocabulários, 4. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro.

 

Fac simile edition of the Portuguese text:

http://www.arquimedeslivros.net/product_info.php?cPath=43&products_id=1665&osCsid=d75051829b640853a4ea31878825cf67

Studies

Online database:

Philobiblon:

Texid 1096; Manid 1151; CNum 1117

Arlima: http://www.arlima.net/ad/aves_livro_das.html

 

 

References:

BARROS, Maria Eurydice de (2004), “O Livro das Aves. Fragmento de um manuscrito desaparecido”. In I Seminário Brasileiro sobre Livro e História Editorial. Rio de Janeiro: Casa de Rui Barbosa.

BERNARDES, Diana (1998), "Um bestiário medieval: o Livro das Aves", in RUFFINO, Giovanni (dir.), Atti del XXI Congresso Internazionale di Linguistica e Filologia Romanza 6, Tübingen: Max Niemeyer, 521-29

CEPEDA, I. (1995), Bibliografia da Prosa Medieval em Língua Portuguesa. Lisboa: Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, 130-31

CLARK, Willene B (1992). The Medieval book of birds : Hugh of Fouilloy's De avibus. Binghamton, NY.

CRESPO, Firmino e FRADE, Fernando (1967), "Livro das Aves", Geographica 9, 21-39.

CRUZ, A. (1986), "O Livro das Aves. Um códice ignorado idêntico ao de Lorvão", Revista de Ciências Históricas 1: 163-64, 171-74.

DEYERMOND, A. D. (2006), "The Bestiary Tradition in the Orto do Esposo", In SCHAFFER, Martha E. e CORTIJO OCAÑA, Antonio (dir.), Medieval and Renaissance Spain and Portugal. Studies in Honor of Arthur L-F. Askins. London: Tamesis Books, 92-103.

DIAS, Isabel de Barros. 2010. Um mundo a preto e branco ilustrado a cores: texto e imagem nos Livros das Aves portugueses. Actas do VII Colóquio da Secção Portuguesa da Associação Hispânica de Literatura Medieval. Lisboa: Universidade Aberta, 93-103.

FINNAZZI-AGRÒ, E., "Bestiários" in Dicionário de Literatura Medieval Galega e Portuguesa, org. G. Lanciani e G. Tavani, Lisboa, Caminho, 1993, 83-85.

GONÇALVES, M.I.R., (1993), "Livro das Aves", Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa, org. G. Lanciani e G. Tavani, Lisboa, Caminho, 404-05

MACHADO FILHO, Américo Venâncio Lopes (2003), "Hábitos de pontuar na Idade Média portuguesa", Anais do IV Encontro Internacional de Estudos Medievais, Belo Horizonte: PUC Minas, 482-490.

MARTINS, Mário (1956), "A simbologia mística nos nossos 'bestiários'", Estudos de Literatura Medieval, Braga: Livraria Cruz, 379-393.

MARTINS, Mário (1963), "O Livro das Aves", Brotéria 77, 413-416.

MARTINS, Mário (1980), "Simbologia das aves e de outros animais", in Alegorias, Símbolos e Exemplos Morais da Literatura Medieval Portuguesa, Lisboa, Brotéria, 31-36.

NETO, Serafim da Silva (1956), Textos Medievais Portuguêses e seus Problemas. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura, Casa de Rui Barbosa, 40-45, 133-163.

OLIVEIRA, Maria Madalena da Silva de , 2008, O Lexical e o simbólico no Livro das Aves, in MARGINAHLIA – Revista de Letras 3, FAJESU, Brasília-DF, 60-77.

OLIVEIRA, Maria Madalena da Silva de. 2005. O lexical e o simbólico no Livro das Aves. Dissertação de Mestrado. Brasília: Universidade de Brasília.

OLIVEIRA, Mariana Fagundes. (2003), A voz passiva no período arcaico do português e começos do moderno. VI Encontro Internacional da Associação Brasileira de Estudos Medievais, 2003. Salvador.

OLIVEIRA, Mariana Fagundes. (2004), A voz passiva no período arcaico do português e inícios do moderno. In COSTA, Sônia Bastos Borba e MACHADO FILHO, Américo Venâncio Lopes (org.). Do português arcaico ao português brasileiro. Salvador: EDUFBA, 163-174.

RIBEIRO, Maria Eurydice de Barros  (2011), "Tradição e Inovação no Livro das Aves", Anais Eletrônicos do IX Encontro Internacional de Estudos Medievais. Cuiabá: Associação Brasielira de Estudos Medievais, 74-80.

SILVA, Rosa Virgínia Mattos e (2008), O Português arcaico. Uma aproximação. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda.  217-227, 363

SILVA, Rosa Virgínia Mattos e MACHADO FILHO, Américo Venâncio Lopes (2009), "Fontes para o conhecimento da língua portuguesa de trezentos: Os mais antigos manuscritos portugueses existentes no Brasil", Série Estudos Medievais, 2: Fontes. Araraquara: Grupo de Trabalho de Estudos Medievais da Appall, 189-202.